Experiência de leitura em voz alta e compartilhada em escola do campo

  • Mariana Cortez

Resumen

O projeto Vivendo livros latino-americanos na tríplice fronteira tem por objetivo verificar se a estruturação da biblioteca altera a relação dos docentes e discentes com a leitura literária nas Escola Municipal do Campo Brigadeiro Antonio Sampaio (Foz do Iguaçu), Escuela 722 - Eduardo Horacio Arrabal (Puerto Iguazú) e Escuela 2979 - San Agustín (Ciudad del Este). Compreendeu-se que, além da estruturação do espaço, era necessário propor práticas de mediação de leitura literária que envolvessem os atores escolares na valorização dos livros e da leitura.
Publicado
2019-06-02